Skip to content Skip to footer

Boas Práticas de SEO

Aqui está uma verdade nua e crua: se um website não está no top10 de resultados do Google, então esse website é praticamente invisível!

De acordo com o Hubspot, 75% dos utilizadores não vai além da primeira página de resultados de pesquisa! Desta forma, é importante adotar boas práticas de SEO para aparecer nos primeiros resultados. Felizmente, existem algumas estratégias e técnicas que podem ajudar:

Alinhar o conteúdo com a intenção de pesquisa

Um dos primeiros passos de SEO é entender o conceito de intenção de pesquisa e criar conteúdo de acordo com aquilo que os utilizadores pesquisam. 

Existem quatro tipos comuns de intenção de pesquisa:

  • Intenção Informativa: o utilizador pesquisa informações específicas com a intenção de aprender sobre determinado assunto.
  • Intenção de Navegação: o utilizador está à procura de um site ou aplicativo específico.
  • Intenção Comercial: o utilizador está à procura de um produto específico, mas ainda não tomou a decisão final. Por exemplo, “Melhores smartphones”.
  • Intenção Transacional: o utilizador já tomou a decisão de comprar um determinado produto ou serviço. Por exemplo: “comprar a paleta de olhos Anastasia Bervely Hills”.

É muito importante ter sempre em atenção a intenção de pesquisa da audiência e publicar conteúdo alinhado com aquilo que a audiência procura.

Escrever Title Tags e Meta Descrições Cativantes

De acordo com o Google, os títulos são essenciais para fornecer aos utilizadores uma visão rápida e geral do conteúdo de um resultado de pesquisa e mostrar que esse conteúdo é relevante. Muitas vezes é a principal informação usada para decidir em qual resultado clicar, por isso é muito importante usar títulos de alta qualidade nas páginas de um website.

Algumas práticas de SEO para criar títulos que geram cliques:

  • Incluir as palavras-chave do conteúdo da página de destino no título.
  • Escrever um título que corresponda aos termos de pesquisa do público.
  • Evitar criar títulos duplicadas.
  • Evitar o uso excessivo de palavras-chave.
  • Escrever um título que seja conciso, mas descritivo.

A meta descrição, por outro lado, é um pitch que convence o utilizador que uma página é exatamente o que ele procura, diz o Google. A meta descrição é exibida abaixo do Title Tag e deve informar e gerar interesse nos utilizadores com um resumo curto e relevante sobre o assunto de uma determinada página.

 


Fonte: Searchmetrics

Algumas práticas de SEO para criar meta descrições eficazes:

  • Criar uma descrição concisa e relacionada com o conteúdo da página.
  • Incluir as principais palavras-chave numa frase relevante.
  • Incluir um apelo à ação.
  • Criar uma meta descrição exclusiva para cada página.
  • Não exceder um comprimento de 160 caracteres.

Otimizar as Imagens

Quando se trata de boas práticas de SEO, as imagens têm um papel muito importante na experiência dos utilizadores de um website, por isso é fundamental otimizar as imagens:

  • Escolher o melhor formato de arquivo. Por exemplo, JPEG é um ótimo formato para fotografias, enquanto PNGs são melhores para imagens que contêm texto, linhas ou ilustrações.
  • Comprimir as imagens, visto que quanto maior o tamanho do arquivo de imagem, mais tempo leva uma página a carregar. Ferramentas como TinyPNG, ImageOptim ou ShortPixel podem ajudar nesta tarefa!
  • Fornecer um texto alternativo para que o Google possa entender o conteúdo da imagem.
  • Selecionar imagens e vídeos que reduzem o tempo de carregamento inicial da página, o peso e o uso de recursos do sistema, para gerar um impacto positivo no desempenho.

Otimizar a velocidade de carregamento

Uma prática de SEO muito importante é otimizar o tempo de carregamento das páginas de um site! A verdade é que a velocidade de carregamento reflete-se na experiência do utilizador. Ferramentas como GTMetrix ou Google’s PageSpeed Insights podem ajudar a analisar o tempo de carregamento de um site e fazer recomendações para melhorar a velocidade de carregamento.

Construir uma estrutura de links internos

Porque é que os links internos são tão importantes para práticas eficazes de SEO? Os links internos estabelecem uma hierarquia de informação do site e ajudam o Google a entender melhor o conteúdo de uma página.

Melhorar a experiência do utilizador

A experiência do utilizador é um ponto fundamental nas boas práticas de SEO! Se os utilizadores têm uma experiência longa e complexa num site, o mais provável é desistirem de aceder a esse site. Por isso é importante assegurar uma experiência positiva aos utilizadores.

Alguns exemplos de práticas para melhorar a experiência do utilizador:

  • Usar subtítulos, estes tornam o conteúdo mais fácil de ler para os utilizadores e ainda ajudam o Google a entender melhor o conteúdo de uma página.
  • Tornar o conteúdo visualmente atraente usando imagens e vídeos relevantes.
  • Evitar pop-ups intrusivos.
  • Usar o espaço em branco, um aspecto fundamental do bom design para tornar o conteúdo mais fácil de ler e chamar a atenção do utilizador.
  • Tornar o site compatível com dispositivos móveis.

Otimizar os URLs para SEO

De acordo com o Google, outra prática importante de SEO é ter uma estrutura de URLs o mais simples possível. O conteúdo de um site deve ser organizado de forma a que os URLs sejam construídos de forma lógica e de uma maneira que seja facilmente entendida pelos utilizadores.

Criar conteúdo relevante

Uma das práticas de SEO mais importantes é publicar conteúdo de qualidade, utilizando as palavras-chave certas para segmentar, sendo original e incluindo visuais atrativos. O segredo é partilhar com o público informações relevantes que respondem às suas dúvidas e que correspondam aos seus interesses.

Estas práticas de SEO são essenciais para alcançar posições mais elevadas nos rankings de pesquisa e assim alcançar mais pessoas, por isso se tens um website não percas mais tempo e implementa estas práticas!

× hit us up