Skip to content Skip to footer

Brand storytelling: Criar uma conexão emocional com a tua audiência

Brand storytelling: Creating an emotional connection with your audience

Estabelecer uma relação com o público é uma das melhores práticas para ajudar a vender a longo prazo. Alcançar esta relação não é uma tarefa fácil, especialmente se não estiver clara a importância de criar um bom storytelling por detrás de uma marca.

Brand storytelling é uma ferramenta poderosa, que ajuda a estabelecer uma conexão emocional mais profunda com o teu público, o que consequentemente, permite aumentar as vendas.

Como?

Porque é possível envolver os clientes a um nível pessoal e criar uma sensação de lealdade em relação à tua marca. E ter clientes fiéis, é uma segurança a longo prazo muito importante para realizar e manter vendas. Neste artigo, vamos explorar o conceito de brand storytelling e discutir como se pode usá-lo para construir uma conexão emocional com o público.

 

O que é brand storytelling?

Brand storytelling é uma narrativa previamente construída para comunicar os valores, propósito e a missão de uma marca. É sobre criar uma história por detrás da marca que se conecta emocionalmente com o seu público-alvo. Esta história permite que o público desenvolva uma conexão com a marca, que vai além de uma venda. Para além disso, humaniza a marca, cria uma ideia de autenticidade, e o público tem a possibilidade de se identificar com a mensagem.

Existem diferentes maneiras e formatos que podes utilizar para contar essa história. Mesmo que seja por vídeo, imagem, descrição de publicações ou pelo website, deves garantir que tens uma narrativa coesa, que se alinha com os valores da tua marca e repercuta na audiência.

 

A importância da conexão emocional em Brand Storytelling

Quando uma marca se conecta emocionalmente com um público, forma-se um vínculo que dificilmente quebra. E se um cliente se sente emocionalmente ligado a uma marca, é mais provável que ele se torne um cliente fiel e siga os seus passos.

Exemplos de brand storytelling de sucesso

A campanha “Just Do It” da Nike é um excelente exemplo de brand storytelling. Esta campanha concentra-se em inspirar as pessoas a seguir os seus sonhos e enfrentar obstáculos, usando histórias poderosas de atletas que passaram por isso. Ao falar às aspirações e emoções das pessoas, a Nike criou uma marca com a qual os clientes poderiam identificar-se e, de seguida, tornarem-se seguidores e compradores assíduos.

Outro exemplo de brand storytelling de sucesso é a Apple. Uma das narrativas mais icónicas é a história por detrás da sua fundação. Steve Jobs disse ao mundo que dois jovens empreendedores criaram uma das marcas mais inovadoras na sua garagem. Isto repercute em todos os criativos aspirantes a empreendedores e cria uma conexão emocional com os consumidores que valorizam a inovação e o espírito empreendedor. Dito isto, os clientes que compram produtos da Apple compram não apenas o produto em si, mas também o estilo de vida intrinsecamente ligado.

A campanha da Apple tenta retratar os seus produtos como únicos e a história por detrás das campanhas enfatiza como as vidas dos seus clientes mudam ao usar um produto da Apple. É possível observar estes exemplos quando um artista cria uma obra-prima através de um iPad, ou as famílias podem reunir e conectar-se via dispositivos da Apple.

Em suma, a narrativa da marca Apple concentra-se em contar histórias autênticas e cativantes, que destacam as suas raízes, produtos e valores fundamentais. 

O último exemplo que vamos discutir é a conhecida marca Coca-Cola. O seu brand storytelling enfatiza momentos positivos e felizes ao beber Coca-Cola. A marca tenta conectar esses momentos felizes com a ideia de família, união e parceria. A sua campanha icónica, “Open happiness”, diz tudo sobre o seu brand storytelling. Mais do que apenas tomar uma bebida, o público tem a sensação completa de estar a “beber felicidade”, e isso automaticamente, fala às emoções dos clientes.

Para reafirmar esta ideia, a Coca-Cola também produz uma campanha todos os natais. Estamos a falar de outro momento relacionado à união, família e felicidade, e com suas campanhas consistentes, agora também é sobre a Coca-Cola. A sua narrativa pretende despertar sentimentos festivos, afetuosos e generosos, confirmando a mensagem de que a Coca-Cola é uma marca que une as pessoas.

 

Como criar o teu brand storytelling

Este é um processo direto. A chave é começar com os valores, propósito e missão da tua marca. O que é que a tua marca defende? O que é que ela quer alcançar? 

Se tiveres dificuldade em encontrar os teus valores, podes começar por definir aqueles com os quais não te identificas ou discordas. Ao entender os valores com os quais a tua marca não se alinha, é mais fácil chegar àqueles em que a concordância acontece.

Depois de ter uma visão clara da identidade da tua marca, deves criar uma narrativa que comunique essa identidade ao público.

Identificar o público-alvo

Para criar uma conexão emocional, é essencial conhecer o teu público intimamente. Como sempre, é preciso saber as suas aspirações exatas, desafios, valores e medos na vida. Ao obter esta informação, podes guiar a narrativa da tua marca para se conectar com clientes que se identificam com ela, aumentando a possibilidade de repercussão no público. Quando a tua audiência entende que a tua marca representa algo significativo para ela, é criada uma ideia de valores partilhados, que promove a conexão emocional que a marca está à procura de atingir.

Engajar através de múltiplas plataformas

Assim que identificares o teu público, deves escolher os canais certos para partilhar a história da tua marca. Podes fazer isso através de publicações num blog, plataformas de redes sociais, marketing de e-mail ou canais de publicidade tradicionais como a televisão. A ideia é sempre escolher os canais com os quais o teu público tem maior probabilidade de se identificar, criando uma experiência consistente e imersiva.

Criar uma narrativa envolvente

Desenvolver uma narrativa envolvente é o coração de brand storytelling. A narrativa precisa de ser autêntica, interessante e emocionalmente identificável. Podes começar por descrever os principais elementos da história da tua marca, como quem está por trás dela, como foi criada e os desafios superados. Transforma esses fatos numa história envolvente usando uma linguagem clara e vívida, que toque emocionalmente. Certifica-te de incorporar personagens relacionáveis, possíveis problemas que aconteceram e as resoluções que encontraste para os mesmos. Tenta imaginar este processo simples: Precisas de dizer a alguém como passaste do ponto A (ideia da marca) para o ponto B (realização da marca). Mas há um passo adicional: é preciso humanizar esse processo e capturar todos os detalhes para tornar a história tão mágica e íntima quanto possível. Esta é a única maneira do teu público identificar-se e dar vida à tua marca. Os melhores brand storytelling são aquelas que inspiram as pessoas a agir, quer seja fazer uma compra ou tornar-se num seguidor da marca.

 

Dicas extras: Os 5 S’s para contar um brand storytelling eficaz

autêntico: A tua história tem de ser fiel ao que tu és, ao que representas e aos teus valores

emocional: Mantém-te emocionalmente aberto sobre a jornada da tua marca. Não tenhas medo de ser vulnerável; vulnerabilidade e emoções são o que levam as pessoas a agir. 

coerente: A tua história deve ser coerente com os valores e a missão da tua marca. Não postes algo nas redes sociais e o oposto no teu blog, por exemplo. O público está sempre atento e vai notar se cometeres um deslize.

visual: Usa elementos visuais como imagens, vídeos (especialmente os curtos) e infográficos para dar vida à tua história. Agora mais do que nunca, as pessoas conectam-se com estímulos visuais.

único: Entende o que a tua concorrência está a fazer. Coloca a tua marca no mercado, criando uma história de fundo que só se associa ao teu negócio. Isto ajudará o público a ver o teu produto e associá-lo à história da tua campanha diretamente, ou vice-versa, como acontece com as grandes marcas.

 

Conclusão

O brand storytelling é uma ferramenta poderosa para criar conexões emocionais com o público e humanizar uma marca. A audiência que queres atingir é humana, e alcançar as suas emoções é a melhor maneira de chegar até ela. Tu podes fazê-lo acontecer criando uma história positiva, inspiradora ou triste. Desde que se identifique com os valores e contexto da tua marca, o público ficará intrigado com o que tens a dizer. Utiliza múltiplos canais e sê sempre coerente com a mensagem que deixas em cada um deles. Com imaginação e criatividade, e especialmente, muito coração, serás capaz de criar um brand storytelling que alcança as emoções do teu público e apresenta resultados.